Brasileirão

Chelsea topa pagar valor pedido e Joia do Palmeiras está perto deixar o clube

O Palmeiras está muito perto de fechar mais uma negociação milionária. Após reunião ocorrida nesta quinta-feira, em São Paulo, entre representantes do Chelsea e o estafe do meia-atacante Estêvão, alinham uma oferta próxima a pedida pelo clube paulista. Os valores da negociação giram em torno de 400 milhões de reais, algo próximo dos 72 milhões de euros na cotação atual.

Ainda não foi feita uma oferta oficial, mas isso deverá ocorrer nos próximos dias. Caso o negócio seja sacramentado, a transferência para o time londrino só ocorreria na próxima temporada, quando o atleta completasse 18 anos.

A diretoria palmeirense não desejava liberar sua joia por menos de 45 milhões de euros. O Chelsea ofereceu a quantia fixa de 55 milhões de euros (R$ 305,28 milhões), que representa o preço estipulado mais o pagamento dos impostos referentes à transação.

Parte desse montante já seria pago imediatamente após a assinatura do contrato e o restante quando o jogador se apresentar aos Blues. Além disso, há previsão de pagamento de bonificações por desempenho, que gira em torno de mais 10 milhões de euros (R$ 55,51 milhões). Contando com comissões e intermediações, o negócio, se concretizado, se aproximará dos 70 milhões de euros (R$ 388,54 milhões).

O formato da oferta apresentada pelo Chelsea se aproxima ao que o Real Madrid, da Espanha, ofereceu para a contratação do atacante Endrick, no ano passado. O time merengue pagou 35 milhões de euros fixos mais 25 milhões de euros em bonificações por desempenho, além de arcar com os impostos da transação.