Com gol no final, Altos bate Floresta e ainda sonha com a classificação

Em um duelo que era apontado como um divisor de águas para as duas equipes, o Altos levou a melhor sobre o Floresta na tarde deste sábado (4), ao bater os cearenses por 2 a 1 pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. A partida aconteceu no CT do Ceará, em Itaitinga, região metropolitana de Fortaleza.

Com o resultado, o time do Piauí, chegou aos 18 pontos, se afastando um pouco da zona de rebaixamento e ainda sonhando com uma vaga na segunda fase. A diferença para o Paysandu, quarto colocado e que ainda joga na rodada, é de três pontos.

O tropeço em casa fez o Floresta desperdiçar suas últimas chances de classificação e agora o time olha para a parte de baixo da tabela para não passar sufoco nas rodadas finais da luta contra o rebaixamento. A diferença para o Jacuipense, o penúltimo colocado, é de quatro pontos, mas pode cair para um caso o time baiano derrote o Botafogo.

Os gols

O primeiro tempo foi movimentado e as equipes criaram boas oportunidades. O Altos quase saiu na frente aos 34 minutos quando após cobrança de falta de Manoel o goleiro Tony defendeu em dois tempos. O time da casa respondeu em seguida com um belo voleio de Alison, que acertou a trave do goleiro Fábio.

Após o susto, o Altos saiu na frente aos 41 minutos quando em contra-ataque pelo lado direito, Gean cruzou na medida para Betinho, que finalizou de primeira e abriu o placar.

O time da casa conseguiu chegar ao empate aos 33 minutos da etapa complementar quando Flávio Torres aproveitou cruzamento da direita, desviou de cabeça e empurrou a bola para o fundo das redes do Jacaré.

O gol de empate não abateu o Jacaré, que chegou ao gol da vitória aos 39 minutos. Após escanteio e bela defesa de Tony, Roger Gaúcho chutou cruzado, e bola encontrou Leandro Amorim, que finalizou de calcanhar para o fundo das redes.

Os dois times voltam a jogar no próximo sábado (11), quando o Floresta sai para pegar o Tombense e o Altos visita o ameaçado Santa Cruz.

Escalações

Floresta: Tony; Marcos Martins (Paulo Vyctor), Alison, Mailson e Fábio Alves; Jô (Yuri), Marconi e Deysinho (Flávio Torres); Daniel, Carlos Renato e Alison Mira (Rene). Técnico: Leston Junior

Altos: Mondragon (Fábio); Gean, Mimica (Leandro Amorim), Reinaldo Lobo e Tiaguinho; Lucas Campos (Jardel), Netinho e Rodrigo Andrade; Klenisson (Roger), Manoel (Juninho Arcanjo) e Betinho. Técnico: Paulinho Kobayashi