Com gol contra bizarro, Novorizontino vence e deixa Oeste mais perto da Série D

O Grêmio Novorizontino segue firme na briga por uma vaga na segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Jogando na manhã deste domingo (15), na Arena Barueri, o Tigre contou com um gol contra bizarro para vencer o Oeste por 2 a 1 e alcançar os líderes do grupo B. Já a equipe da casa, começa a ver o caminho para a Série D.

O time de Novo Horizonte agora soma os meus 23 pontos que Ypiranga e Criciúma e se coloca entre os dois no saldo de gols. Já a distância para o Botafogo, o quinto colocado, subiu para quatro pontos, o que garante o time no G4 mesmo que venha a tropeçar na próxima rodada.

Já situação do time de Barueri caminha para ficar irreversível. A equipe segue na lanterna com seis pontos, estando a seis do São José, primeiro time fora da zona de rebaixamento. E a distância pode aumentar para sete pontos, caso o Paraná vença o Figueirense. Até o final da primeira fase ainda serão disputados 18 pontos.

Gol contra bizarro

 As coisas no campeonato não andam nada bem ao time de Barueri e o zagueiro Victor Lisboa decidiu complicar um pouco mais aos 23 minutos do primeiro tempo quando Cléo Silva foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. Sozinho no lance, o defensor do time da casa decidiu dar um chutão, pegou mal e mandou contra o próprio patrimônio.

Em desvantagem, o Oeste criou ainda no primeiro tempo duas boas chances de empatar, em uma delas o goleiro Lucas Pereira praticou grande defesa em cobrança de falta de Lucas Pereira. O Tigre respondeu em chute de Williean Lepo, que obrigou o goleiro Fernando Henrique a se esticar todo e salvar o Rubrão de tomar o segundo gol.

Mas aos três minutos do segundo tempo não teve jeito e o time visitante dobrou sua vantagem. Danielzinho escapou em velocidade pela esquerda, invadiu a área e, na saída de Fernando Henrique, rolou para Cléo Silva, com o gol aberto, só tocar para ampliar. O tento deixou o time de Novo Horizonte a um gol da liderança do grupo B.

Ao longo do segundo tempo os treinadores foram modificando as equipes e quem se deu melhor foi o Oeste, que descontou aos 31 minutos quando Luis Ricardo descolou bom passe em profundidade para Léo Artur. Ele chegou batendo de primeira, cruzado, sem chances para Lucas Pereira.

E o empate do time da casa poderia ter saindo apenas dois minutos depois, quando Kalil recebeu fora da área e arriscou de longe. A bola desviou em Edson Silva e explodiu na trave. O Rubrão criou ainda outras boas oportunidades, mas o Tigre conseguiu se segurar e volta para Novo Horizonte com mais três pontos na bagagem.

Os times gostam de jogar às 11 da manhã. No próximo sábado (21), o Novorizontino jogará nesse horário, em Porto Alegre, contra o São José. Já o Oeste acordará cedo no domingo para desafiar o Criciúma, no campo do adversário.

Escalações  

Oeste: Fernando Henrique; Luis Ricardo, Victor Lisboa, Sandoval (Douglas) e Salomão; Alison, Ferreira (Kauã Jesus) e Léo Artur; Luizinho (Léo Ceará), Zeca (Kalil) e Daivid (Robertinho). Técnico: João Britatti

Novorizontino: Lucas Pereira; Felipe Rodrigues (Lucas Mendes), Edson Silva, Bruno Aguiar e Reverson; Adenílson (Barba), Anderson Rosa (Guilherme Lazaroni) e Danielzinho (Douglas Baggio); Cléo Silva, Michel Douglas (Guilherme Queiróz) e Willean Lepo. Técnico: Léo Condé

Árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne (SC)

Assistentes: Clair Dapper e Denise Genoefa Bellaver (SC)