Fim da linha para Paulo Bonamigo no Remo

O técnico Paulo Bonamigo deixou o comando do Remo após a derrota por 2 a 0 para o Sampaio Corrêa, no Banpará Baenão, na noite desta terça-feira (29), pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com apenas uma vitória, o Remo está abre zona de rebaixamento, com sete pontos em sete jogos.

O clube reuniu com o treinador durante a madrugada, mas a confirmação só aconteceu na manhã desta quarta-feira Além dele, o auxiliar Edson Gonzaga, o preparador físico Renan Capra e o analista de desempenho Pepo também deixam o clube.

Bonamigo comandava o Remo desde setembro de 2020, quando assumiu a equipe na disputa da Série C. Ele voltou ao Leão após 20 anos da sua primeira passagem e conseguiu conquistar o acesso à Segundona do Brasileiro, competição que o time paraense não disputava desde 2007.

Pela equipe azulina, comandou 44 jogos (sem contar os jogos que esteve afastado por conta da Covid-19), tendo 22 vitórias, 14 empates e 8 derrotas.

Pressão após queda no estadual

A pressão aumentou no lado do Baenão após a eliminação nos pênaltis para a Tuna Luso, na semifinal do Campeonato Paraense. A equipe acabou conquistando o terceiro lugar, com uma campanha invicta na competição.

Contudo, a boa participação na Copa do Brasil deu uma tranquilidade. Com a ida para a terceira fase do torneio, o clube tinha expectativas positivas para a Série B. Porém, em sete partidas até o momento, o time venceu apenas uma vez, empatou quatro e perdeu duas.

O Remo volta a jogar na próxima sexta-feira (2), em Curitiba, contra o vice-líder Coitiba. O jogo será às 19 horas, no estádio Couto Pereira.