Portuguesa Santista não libera volante para time da Série B do Brasileirão

As boas atuações de João Pedro com a camisa da Portuguesa Santista na Copa Paulista de 2020 despertaram o interesse de diversos clubes. Um deles, o Vitória, apresentou proposta oficial para contar com o volante por empréstimo até o final do ano, mas a diretoria rubro-verde, mesmo após ter se comprometido a fechar o negócio, voltou atrás e manteve o atleta para a disputa do Paulista da Série A-2.

“O Vitória fez uma proposta que envolvia o compromisso da compra no final do ano. A Portuguesa receberia R$ 300 mil e ainda ficaria com 20% sobre uma negociação futura. Além disso, o salário do João seria multiplicado por dez. O presidente da Portuguesa até assinou um documento concordando com esses termos, mas acabou mudando de ideia. Eu fui surpreendido e o pessoal do Vitória ficou bastante chateado, mas é vida que segue”, declarou Ricardinho, ex-meia campeão da Segunda Divisão de 2016 pela Briosa e agente de João Pedro.

O jovem volante de 20 anos de idade revela que ficou decepcionado com o fato de a negociação com o Vitória não ter sido concretizada, mas garante dedicação total na preparação para Série A-2, cuja estreia da Briosa está marcada para o dia 28 de fevereiro, em Ulrico Mursa, diante da Portuguesa de Desportos.

“A proposta do Vitória era boa para o clube e para mim. Seria uma grande oportunidade para minha carreira deslanchar e a Portuguesa ter retorno em um médio prazo. Uma pena que não deu certo, mas agora é focar nos treinos e lutar para colocar a Briosa de volta na elite do futebol paulista”, disse o atleta rubro-verde.