Ainda sem marcar na serie D, atacante se cobra por gol e fala sobre escolha ao Mirassol

O ano de 2020 começou com o atacante Netto trocando o Inter, por onde passou seus últimos anos de formação, para a reta final do Paulistão, pelo Mirassol. Na sequência, uma proposta o levou para a série B, para defender o CSA. Dois meses na equipe alagoana e o destino, o colocou no Mirassol novamente para a série D do Brasileiro.

“Foi uma troca que fez eu ter muito aprendizado. Naquele momento trocar uma série B para jogar uma série D, pode passar a ideia que não fiz certo, mas sabia da estrutura e da oportunidade que teria novamente no Mirassol e não me arrependo dessa decisão”.

“Ter no currículo um acesso na carreira é muito importante independente de qual série seja. E aqui no Mirassol estou muito feliz. Temos mais dois jogos para chegar numa final de brasileiro e meu foco está nessas decisões que vem pela frente”, disse.

Mesmo com o acesso garantido, o atacante Netto se cobra por ainda não ter marcado na série D, do Brasileiro.

“Eu me cobro muito, estou me cobrando pra sair meu gol, mas sei que virá numa hora apropriada, mas o principal estou fazendo dentro de campo que é ajudar meus companheiros e foi assim que conquistamos nosso objetivo de ter o acesso e o gol vai sair de forma natural, quem sabe o gol do título, por exemplo”, finalizou.