Mirassol arranca empate com Portuguesa, que fica na bronca com a arbitragem

No jogo que abriu a sexta rodada do grupo 7 do Campeonato Brasileiro da Série D, realizado na tarde desta quarta-feira (14), no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro, Portuguesa e Mirassol ficam no empate em 1 a 1. O resultado manteve fora do G4 os donos da casa, que saíram na bronca com a arbitragem por conta de um gol anulado ainda no primeiro tempo.

A Lusa foi nove pontos e segue quinto lugar, podendo ainda nesta quarta-feira descer uma posição, caso a Ferroviária empate ou vença a Cabofriense, jogo este que acontece às 19 horas, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara.

O Mirassol, por sua vez, chegou aos nove pontos e pelos critérios de desempate ocupa a segunda colocação.

O jogo

O duelo começou bem movimentado e até a metade do primeiro tempo, quando houve a parada para os jogadores se hidratarem, o time da casa era melhor, exigindo boas defesas do goleiro Jeferson.

O técnico Eduardo Baptista aproveitou a pausa para ajeitar seu time, que melhorou, mas viu o adversário abrir o placar aos 38 quando após batida de escanteio o zagueiro Marcão subiu sozinho para testar firme e por o time do Rio de Janeiro na frente.

Aos 44 veio o lance que deixou o time da casa na bronca, quando após bola alçada na área, Skilo pegou a sobra e bateu rasteiro e fraco, mas ela entrou no canto do goleiro Jeferson. O assistente marcou impedimento de Adriano, que teria interferido na jogada e estava em posição irregular.







Veio a segunda etapa e o goleiro Jeferson seguiu salvando o time do interior de São Paulo de levar o segundo gol e como no futebol quem não faz, toma, aos 17 minutos o Leão chegou ao empate quando Danilo Boza aproveitou a bola que sobrou do escanteio e, da marca do pênalti, deixou tudo igual e dando números finais ao duelo.

O que vem pela frente

A Portuguesa tem compromisso no próximo domingo (18), quando sai para pegar o FC Cascavel. Um dia antes, o Mirassol recebe o Nacional.