Treinador de time da Série B é demitido 40 dias após assumir o cargo

Mais um técnico foi demitido no Campeonato Brasileiro da Série B. A bola da vez foi Ricardo Catalá, que não resistiu a derrota do Guarani no clássico para a Ponte Preta nesta terça-feira (6), pela 13ª rodada da competição e foi desligado do cargo na manha nesta quarta, 40 dias após ter assumido o comando da equipe.

Ao todo, o agora ex-treinador comandou o time campineiro em oito partidas, conquistando apenas uma vitória, acumulando cinco empates e sofrendo duas derrotas, a última delas para o maior rival.

Em 24 pontos disputados ele conseguiu conquistar apenas oito, o que dá aproveitamento de 33%. O baixo desempenho acabou deixando o Guarani na penúltima colocação, com apenas 21 pontos em 13 jogos.

A diretoria bugrina ainda não divulgou quem deve comandar o clube, mesmo que interinamente, na sequência do campeonato.

Felipe Conceição, ex-Bragantino, e Itamar Schülle, ex-Santa Cruz, são os mais contados para assumir o banco de reservas da equipe.

O Guarani volta a jogar no próximo sábado (10), quando recebe o CRB no estádio Brinco de Ouro, em Campinas.