Técnico do São Bento fica pistola com foguetório durante a madrugada

O São Bento entra em campo nesta terça-feira (8), fora de casa, para encarar o Taubaté pelo jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista da Série A2. O jogo acontece às 15 horas, no estádio Joaquim de Moraes Filho, em Taubaté, mas a pressão já começou durante a madrugada.

Pelas redes sociais, o técnico beneditino Edson Vieira reclamou do foguetório durante a madrugada nas proximidades do hotel onde a delegação está hospedada. De acordo com o treinador, os fogos começaram a ser disparados por volta da 1 hora e foi até o amanhecer.

“São 9h40. Acreditem, fogos e mais fogos. Podem perguntar para qualquer um do futebol brasileiro, isso nunca aconteceu em plena pandemia. O respeito não existe, não atingiram somente o São Bento, atingiram a população de Taubaté”, esbravejou o treinador em uma das postagens feitas em sua rede social.

Em outras postagens ele se queixou da falta de intervenção policial e chamou de covardes quem tem esse tipo de atitude. “2h05 nova seção de fogos a noite seguirá assim minha esperança era a polícia, mas vi que nada será feito agora é clamar a Deus que faça algo pra pará-los”, escreveu em outra postagem.