Presidente do Linense fala sobre voltada A3 e diz que espera contar com maior parte do elenco

Nesta sexta-feira (10) o presidente do Linense, Leandro Assato, concedeu uma entrevista à TV Tem, afiliada da TV Globo na região de Bauru e Marília, quando falou sobre como o time tem se mantido durante a paralisação do futebol e quando espera que a bola volte a rolar no Campeonato Paulista da Série A3, onde o time está na sétima colocação, com 15 pontos em 11 jogos.

Ele também falou sobre a manutenção do elenco e espera contar com pelo menos 90% dos jogadores que estavam antes da paralisação. Assato também confirmou que Xande seguirá sendo o treinador da equipe na volta.

Sobrevivência Linense durante a parada

Questionado sobre os quatro meses de paralisação, o presidente disse que isso era algo que ninguém esperava e que tem buscado da trabalhar dentro das condições que estão sendo oferecidas e disse que as equipes da Série A3 são muito guerreiras.

“São Momentos difíceis, a paralisação não estava nos planos de nenhum time e o Linense está tentando fazer o que é possível, usando as condições que tem, plano do governo. Estamos tentando trabalhar dentro das condições que estão sendo oferecidas”, falou.

“Os times da A3 são muito guerreiros, a cota que tem não é suficiente para que você toque o campeonato e estamos trabalhando para conseguir sobreviver aqui”, seguiu.

Curta o grupo Futebol Aleatório no Facebook

Jogadores do elenco

Durante a parada, muitos times do interior acabaram perdendo vários atletas e voltarão bastante desfigurados em relação ao início da competição. O Linense não deve sofrer tanto com isso, uma vez que tem apostado nas categorias de base. Já os atletas que tiveram os contratos encerrados durante a parada serão chamados para conversar.

O Linense nesses últimos dois anos fez um projeto de categoria de base. Jogamos a Copa Paulista com um time muito novo, uma media de idade de 21, 22 anos, praticamente um time sub 20 e esses atletas tem contrato com o time”, disse.

“Os atletas que foram contatados especificamente para a A3, eles já não têm mais contato. O contrato com eles são feitos até o termino da competição. Esses atletas praticamente estão liberados, mas a gente espera que o campeonato volte e o campeonato voltando vamos sentar com cada um e viabilizar, ver a condição que a gente consegue trazer eles novamente para o para o termino da A3”, falou.

Assato declarou ainda que 90% do elenco deverão seguir no clube, uma vez que um jogador que está na A3 não poderá jogar outra divisão neste ano. “Pela conversa individual que tivemos com os jogadores, temos a convicção que 90% deverão permanecer”, falou.

O presidente disse que Xande será o técnico comandará o time na sequência da A3.  “Estamos trabalhando junto com o Xande para quando o campeonato voltar estarmos adiantados”, disse.

Sobre a volta ao futebol

O presidente do Linense também foi questionado se já é o momento dos campeonatos de futebol serem retomados. Ele lamentou pelas muitas vítimas e contaminados, mas avaliou que já era hora de voltar, uma vez que tem sido complicado sobreviver se o futebol e muitos jogadores estão sem trabalhar e receber.

“É muito difícil falar disso, porque a quantidade de pessoas que tem morrido, tem se contaminado, é difícil falar, mas eu sei que o futebol precisa voltar, como tudo. Tem sido muito difícil sobreviver sem a volta do futebol. É um projeto criado que tem patrocinadores, investidores, Federação, que repassa cota”, analisou.

“Então todo mundo depende que a empresa funcione, no caso empresa eu falo futebol, para que a coisa volte a fomentar, a coisa volte a girar, os repasses voltem a acontecer. Imagina quantos atletas estão sem receber salário, sem contrato. A coisa precisa voltar a acontecer, de que maneira e quanto é difícil falar. A gente torce para que seja o mais rápido possível”.

Acredita que o campeonato volte até setembro

Assato também falou sobre quando acredita que a Série A3 seja retomara. Para ele, o campeonato voltará a ser jogado em setembro. Uma ideia que tem sido discutida é fazer com que a Copa Paulista comece logo na sequência, o que ajudaria os clubes a contratar novos jogadores, uma vez que o elenco da A3 também seria aproveitado nesta competição.

“Uma opção seja que a A3 seja feita na mesma época da Copa Paulista, porque o time pode usar o mesmo elenco para terminar a A3 e disputar a Copa Paulista. Isso facilitaria as contratações. São opções que ainda não tem definição. Eu acredito que seja nessa data, perto de setembro, torço para que seja um pouco antes”.

Faltando quatro rodadas para o termino da primeira fase da Série A3, o Linense ocupava a sétima posição com 15 pontos ganhos. O Elefante ainda teria pela frente Barretos, Olímpia, Paulista e Rio Preto.